O Coletivo

O Coletivo Construções Compartilhadas nasce da residência artística  desenvolvida no Ponto de Cultura Cine-Teatro Solar Boa Vista, no bairro do Engenho Velho de Brotas, em Salvador, viabilizada pelo prêmio Interações Estéticas – Residências Artísticas em Pontos de Cultura (2008). A conexão entre pessoas e instituições sensibilizadas tanto com a criação artística quanto com a gestão cultural, no que concerne a ações colaborativas, têm garantido a heterogeneidade e a sustentabilidade do Coletivo. Se trata aqui de um coletivo de artistas que gera sobretudo ações planejadas, experienciadas e/ou registradas na performance do compartilhamento. Encontros continuados que geram conexões efetivas entre os diferentes, capaz de produzir arte de maneira diversa com processos e produtos estéticos de naturezas distintas. Dentre as suas últimas produções artísticas, o Coletivo lista: a instalação “O Engenheiro que virou maçã”, a arte visual/performance  “fotografismo”,  a intervenção urbana “Pra te ver melhor”.  Atualmente realiza o projeto de intervenções urbanas “Poéticas Performáticas de Multidão” – contemplado com o Prêmio Artes Cênicas de Rua – Funarte (2009). A continuidade dessas produções e circulações são sustentadas no diálogo e compartilhamento que gera discussões abertas em eventos sobre colaboração, negociações com a gestão local, além de constante troca com a comunidade artística através de Fóruns, oficinas e trocas de experiências afins. Desde a sua existência, o Coletivo foi contemplado com diversos prêmios, dentre eles, o Interações Estéticas 2008-Funarte (Construções Compartilhadas), o Interações Estéticas 2009 – Funarte (Encruzilhadas), o Artes Cênicas de Rua – 2009 (Poéticas Performáticas de Multidão). Participou da Bienal de Dança do SESC Santos – SP (2009) com a instalação do “Engenheiro que virou maçã”. Atualmente, fazem parte do Construções Compartilhadas: Duto Santana/Augusto Rosa, Leo Franco, Líria Morays  e Rita Aquino.

As pessoas que compartilham e compartilharam desde o início do coletivo até hoje estão inclusas nesse trajeto, são elas: Chicco Assis, Paula Carneiro, Luiz Cláudio Motta, João Meirelles, Ed Bráss, Nãna Dias, Pedro Filho Amorim.

Anúncios

1 Comentário Add your own

  • 1. Soiane Lewáketù  |  maio 15, 2010 às 1:41 am

    QUERO COMPARTILHAR AS CONSTRUÇÕES…

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


%d blogueiros gostam disto: